Páginas

19 de jan de 2014

Once

Então, não vou falar de livros hoje, (perai, não vai embora! continua lendo! ). Quero falar pra vocês de um filme. Um filme tão bom que só de lembrar já tenho vontade de ver de novo e de novo e de novo. Ontem assisti Once, de 2007 (que aqui no Brasil saiu como Apenas Uma Vez) e me emocionei até a célula com a história simples mas tocante dessa adaptação. Sim é de 2007 e eu só vi agora mas sabe como é, às vezes, coisas boas escapam. 


Once é um filme musical Irlandês que venceu o Oscar de 2008 de Melhor Canção Original e é protagonizado pelo músico  Glen Hansard (do The Frames) e Markéta Irglová, uma compositora e instrumentista tcheca. No filme, eles são 'garoto' e "garota". Eles não possuem nomes. Eles podem ser você e eu, podem ser desconhecidos ou famosos. Eles são a representação de qualquer pessoa que tenha um sonho e luta todos os dias para chegar lá de alguma forma. 

"Ele" é um músico dublinense de rua, que divide seu tempo entre cantar em troca de dinheiro e ajudar o pai em sua loja de conserto de aspiradores de pó e "ela" é uma imigrante tcheca que vive em um apartamento meio decadente com a mãe e uma filha pequena e que, durante o dia,  vende flores e faz faxina em troca de dinheiro para sustentar a menina. Todos os dias, durante o meio-dia, "ela" toca piano em uma loja de instrumentos musicais para matar a saudades de casa e deixar fluir sua maior paixão, que nunca encontrou reconhecimento: a música.  


Um dia eles se encontram na rua. Ou melhor, ela encontra ele e a partir daí suas vidas se entrelaçam. Os dois falam sobre música, os dois tocam juntos, os dois começam a compor juntos. De repente, eles se encontram dentro da música. Ele divide com ela suas aspirações e seus sonhos de gravar suas composições, e ela divide com ele seu passado e seus sonhos para o futuro. E a partir daí nasce uma amizade que vai marcar os dois para sempre.

Once é uma história de amor que não é clichê. O final não é o que a maioria espera e nem por isso o filme se torna menos maravilhoso. Pelo contrário. Quando o filme termina você entende que o amor tem dimensões imensas e pode ser demonstrado de inúmeras formas.  O amor cura e dá esperanças.  Aliás, Once é uma história de esperança desde o início e culmina num final que faz chorar até a pessoa mais durona. E não é vergonha nenhuma =D

Hansard e Irglová compuseram e executaram todas as canções originais do filme e todas, mas TODAS mesmo são maravilhosas. Pra quem quiser escutar, o álbum está disponível inteiro no youtube:


Once é um daqueles filmes que me deixam extremamente feliz. Feliz pela obra que é maravilhosa, feliz por achar músicos talentosos, feliz por saber que coisas lindas como essa aparecem de vez em quando.
Assistam e depois venham me contar o que acharam. E quem já assistiu e conhece outros filmes parecidos, me deixa a recomendação!


3 comentários:

  1. Breirzinha, pare de me deixar com mais vontade de assistir o filme hahahahahaha Já estou surtada com a Marketa, enrão pó parar hahahaha
    Adorei a resenha e tou só esperando meu computador lindo voltar pra baixar e morrer de amores com esses dois <3

    ResponderExcluir
  2. MY BRÉIR, QUE POST AMOUR.
    Não conheço esse filme (as coisas realmente nos escampam, olha), mas pela tua resenha fiquei louca de amor. Gosto de filmes que envolvam arte e, pelo que descreveste, o texto deve ser maravilhoso.
    Vou procurar e compartilharei contigo depois.
    Aproveitando o embalo, te deixo a dica de "Medianeras". É um filme argentino com um texto maravilhoso e engraçado e emocionante. Fiquei com o mesmo sentimento que tu ao terminar "Once": de felicidade.
    Existem uns filmes que nos fazem tão felizes que é lindo.
    Bem, acredite, correrei atrás desse filme o quanto antes.
    Beijos, <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oba oba, oba! Vou assistir sim, já tá na minha lista.
      Ai maldita, assim que puder, assista. É cheio de feels e a trilha sonora é maravilhosa <3

      Excluir

Faça uma pessoa feliz e comente esta postagem!
Saber a opinião de um leitor é muito importante pra que a gente saiba se o blog está legal ou não =)