Páginas

19 de jan de 2011

Maratona de Banca: Janeiro- Diana Palmer





Mensageira do Amor - Diana Palmer
Momentos Íntimos Super 9, Nova Cultural, 1985 (Love by Proxy)



"Vestida de odalisca e ensaiando passos da dança do ventre, Amelia Glenn invade o escritório de Wantword Carson e dá-lhe um beijo na boca quando aceitou levar um "telegrama falado" ao maior magnata da construção de Chicago,ela esperava tudo,menos encontrar um homem irresistível capaz de despertar seu desejo"


Diana Palmer é uma das divas dos romances de banca- e fora de banca- preferidas das apaixonadas pelo gênero. Famosa por seus caubóis e demais mocinhos durões, que nunca sabem dar o braço a  torcer, ela possui um público fiel que sabe que, ao final, ela sempre fará eles se renderem aos encantos de uma mulher. 
Mensageira do Amor não é de caubóis aflitos mas possui todos os ingredientes de um romance de Palmer. Amélia é uma divertida e linda virgem de 28 anos (difícil de crer, mas é), que ao entregar um telegrama cantado ao inatingível Sr. Carson entra em uma tremenda confusão. Sem que perceba, ela está trabalhando na casa dele para a sua querida e fofa vovó que gosta de puro rock n'roll e  ficando caidinha de amor por ambos. Carson é genioso e ela é impulsiva. Entre brigas e beijos, eles precisam arranjar uma maneira de conviver aceitando seus temperamentos. Do contrário, ambos sairão feridos. 
A história é rapidinha de ler e bem divertida. Caracteriza bem a Momentos Íntimos vendida durante a década de 80 , que para mim, até hoje foi a melhor época da MI (hoje os livros da coleção são bem sem gracinha). 
Recomendo!