Páginas

7 de jul de 2009

Feliz aniversário


Eu reclamava por ter que te abraçar em público...
Mas adorava ser tua pequena.
Me irritava tua maneira de falar alto...
Mas me divertia com tuas piadas.
Me envergonhava ao ser apresentada à teus amigos como 'a cara do pai'...
Mas ficava orgulhosa por ter pintinhas iguais as tuas.
Odiava tua economia...
Mas admirava teus esforços.
Não gostava de ser vigiada...
Mas ficava feliz quando você voltava pra casa.
Eu nunca disse 'Eu te amo' de forma espontânea. Oh, era brega!
Mas sempre te amei no silêncio...
Se eu soubesse que não era pra sempre; teria te abraçado mais, te ouvido mais, rido mais. Teria assistido mais filmes dos teus preferidos, teria ouvido todas aquelas músicas que você adorava. Teria feito um cartão de dia dos pais mais criativo, teria comprado um presente de Natal maior.
Teria me agarrado em tí.
Teria encostado minha cabeça no teu peito só pra ouvir teu coração bater bem forte no meu ouvido...
Teria te dado muito mais do amor que guardava dentro de mim.
Porque quando você se foi- e faz quase um ano- eu descobri que perder quem a gente ama, nunca pára de doer.
.
Feliz aniversário, pai.

9 comentários:

  1. ...nunca para de doer mesmo. O meu papai se foi faz 15 anos...

    Lindo o que escreveu. Emocionei.


    bjocas
    Rayzel

    ResponderExcluir
  2. Peraí, deixa eu limpar minhas lágrimas... :'-)

    Lindo, Ket... De lá do fundo do coração.

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  3. Lindinha, nunca pára de doer, mas dói menos a cada ano. O meu faz 5 anos, ainda dói, mas já dá pra suportar.

    Força! Esse tipo de coisa só nos faz mais fortes, e dispostas a sugar cada segundo de vida!

    Beijos, com carinho, Lucy

    ResponderExcluir
  4. Ahh, eu lembro que sempre eu eu ia na tua casa ele vinha e me falava que quem tinha canela grossa era preguiçoso, eu ficava braba, mas pior que ele tinha razão né?! (pelo menos sobre mim :P) hehe
    Lembro que sempre era eu quem tinha que ir perguntar pra ele se tu podia ir brincar lá em casa, e ele fazia aquela cara de brabo, mas depois deixava... Ainda guardo algumas lembranças, que com o tempo vão se apagando na minha memória, mas nunca vou me esquecer dele porque foi ele quem fez essa coisinha que é minha melhor amiga, uma das pessoas mais importantes da minha vida e que como tu mesma disse "é a cara do pai"...

    Beijooos Te amo pra sempre!

    ResponderExcluir
  5. Não para de doer, mas vira outra doer, Ket. Não, não é uma dor boa. É uma dor que ainda arranca lágrimas de vez em quando, como agora. Perdi meu pai há 17 anos e ainda o amo como sempre amei desde que vi que ele estava lá.

    Um abraço apertado e feliz aniversário pro seu pai. Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Oi Ket... que lindo...

    Eu sempre penso na última vez que vi meu pai! Puxa, se eu soubesse que aquela seria a última vez que eu o veria, haveria tanto a ser dito! Mas Deus nunca avisa a gente né?

    Por isso quem tem seu pai, vai lá agora. AGORA! AGORA! Dá um abraço nele. Diz que ele é seu herói! Que é o homem mais importante da sua vida. Que você nunca vai deixar de amá-lo. Que ele é a pessoa mais extraordinária que você já conheceu, e que é uma honra pra você chamá-lo "seu pai".

    Eu daria tudo o que eu sou, tudo o que eu tenho e tudo o que eu poderia ser por um único minuto a mais com meu velho pra poder dizer tudo isso. Mas não posso mais...

    Então habibas, façam isso aos seus pais. Não esperem o amanhã, que ele não existe.

    Um beijo

    ResponderExcluir
  7. O que petrifica e de fato fica é a existência de um sentimento puro, embora em silêncio e não dito, mas sentido e recíproco, no teu caso.
    Amor paterno no meu caso é uma piada de humor negro. Doloroso falar. ),:
    E dói um amor corrompido, não existente, não dito... não sentido. Lágrimas gordas sempre vem a tona neste assunto... por ansiar por algo que de forma alguma tive.
    Mas tu o teve (: pode sentí-lo pode tê-lo, e de alguma forma, isto basta, por mais que tenha deixado prá sentir imensamente amanhã.
    Quem não teve e quem perde, de certa forma acabam estando num mesmo barco,degustando dores similares.

    ResponderExcluir
  8. Obrigada à todas... de coração. S2

    ResponderExcluir
  9. Nossa gatinha, isso realmente foi emocionante e escrito com muito amor, a gente sente nitidamente. Vc realmente tem um dom incrível com as palavras...

    Beijos carinhosos.

    ResponderExcluir

Faça uma pessoa feliz e comente esta postagem!
Saber a opinião de um leitor é muito importante pra que a gente saiba se o blog está legal ou não =)