Páginas

15 de fev de 2008

From Las Vegas

Hahaha
clica aê...



I think he's touching your ass Sidle!

E o homem criou a liquidação!

O paraíso na verdade se chama 'Liquidação de Verão'.
Nada de gramado verdinho, passarinhos cantando e arpas soando no ar. Este paraíso é bem terrestre.
Anjinhos?
Que nada. Nesse Éden só vendedoras. Nem precisam ser assim tão atenciosas, eu só presto atenção no produto que desfila diante de mim como um rebanho de carneirinhos. Bem gordinhos.
Se a ambrosia causa algum efeito, deve ser muito parecido com a sensação de prazer absoluto e felicidade que me invade ao ler as plaquinhas de '70% de desconto a vista'.
70, 70, 70!
Esse paraíso tem cheirinho de sapato novo e brilha mais que estrela. Tenho certeza.
E se Deus tem face, provavelmente é a cara da gerente!
Uau.

Pecado a comparação?

Hum, fia, pecado é não levar nada quando o 70% fica dançando na sua frente ;)

14 de fev de 2008

Geeks Women

Todo dia sai uma lista do tipo 'as 10 mais gostosas', 'as 20 mais enxutas', 'as quarentonas mais lindas', 'as 10 mais gatas da TV' e afins...
Nada muito novo.
Mas o 'afterellen' bolou uma lista muito da bacana intitualada "The seven coolest (female) geeks on TV". Faz sentido não é? Pra quem acompanha o mundo das séries principalmente, elas estão sempre presentes. Junto das colegas gostosonas, elas também fazem muito bonito, e muitas vezes arrebatam mais público e crítica. (Hum, agora seria um bom momento para puxar brasa pra geek que arrebenta na minha série favorita... Mas ela tá na lista!).
Representadas pela palavra geek no sentido de 'gênio', elas são mulheres que demonstram inteligência rápida, muitas vezes acima do normal e acabam se tornando pontos importantes das tramas de quebra e não raramente, arrebatando o mocinho ( será que eu comento que minha geek também levou o chefão? =p) . As novas geeks que invadem a TV também são do tipo que sabem se virar sozinhas, não levam desaforo para casa e dificilmente dependem da ajuda masculina para se virar.
Eu concordo com as escolhidas mas, acrescentaria um punhado de outras:

  1. Samantha Bee de The Daily Show
  2. Dr. Temperance Brennan (Emily Deschanel) de Bones
  3. Liz Lemon (Tina Fey) de 30 Rock
  4. Sara Sidle (Jorja Fox) de CSI Las Vegas
  5. Dr. Dana Scully (Gillian Anderson) de The X-Files
  6. Willow Rosenberg (Alyson Hannigan) de Buffy the Vampire Slayer
  7. Lisa Simpson de The Simpsons

Da minha parte acrescentaria sem dúvida nenhuma Rory Gilmore de Gilmore Girls, Cameron de House, Velma de Scooby Doo e Chloe de Smallville.

13 de fev de 2008

Chochação de msn parte 2

Chochação de hoje: A maresia e o orégano

20:32:55 Ket-fiz logout..e não dá!
20:33:19 Prii s2 Willows s2- oxeeee! o orkut fumo algo!
20:33:40 Ket- folha de bananeira que nem tia Carol =p
20:34:23 Prii s2 Willows s2- com oregano não esqueça o oregano dá o cheirinho de maresia...
20:35:07 Ket- oregano deixa cheiro de maresia?
20:35:09 Ket- não sabia...
20:35:20 Prii s2 Willows s2- me disseram.. shauishuiahsuiasha
20:35:29 Ket- aah te disseram é?
20:35:47 Prii s2 Willows s2- disseram.. sahushuiahsuashiash
20:34:38 Cínthia- Prontooo
20:34:48 Prii s2 Willows s2- Heieeee
20:35:50 Ket- Pinco como vc sabe a coisa da maresia?
20:36:59 Cínthia- o que é a coisa da maresia?
20:37:13 Ket- Pinco sabe das coisas de folha de bananeira com óregano...
20:37:16 Ket- ihahsuiahsiuahs
20:37:19 Prii s2 Willows s2- hasuihuahishs, me disseram uma dia.. ele fumo óregano com banana, ai eu perguntei o pq do óregano, ai disseram q é o q da o cheiro de maresia na parada... mas eu nops sei..
20:37:38 Ket- ele quem?
20:37:56 Prii s2 Willows s2- oxeeee os guris da escola... shaushuiashaus
20:37:57 Cínthia- eu falo sempre "cheirou oregano foi"
20:38:11 Ket- ontem la onde fui o ar tava todo maconhado...
20:38:45 Cínthia- fuma fuma fuma flha de bananeira...fuma de boa só de brincadeira
20:38:55 Cínthia- vc foi uma maconheira passiva
20:38:54 Prii s2 Willows s2- eu conheço esse reggae!
20:39:11 Ket- fui... oO



Será que eu vicio sendo passiva?
Nunca mais saio de casa. Só até a esquina.
Pensando bem... melhor nem arriscar.
Vou viver dentro de uma bolha.
Igual a do Jimmy.
oO

Cigana Vermelha


Ela dançava ao som das batidas. No ritmo das palmas. No crepitar da fogueira.
Não tinha nome, não tinha lar. Era desconhecida, viajante e no momento adorada. Surgia sem aviso, sem pressa, onde quer que o vento a levasse.
Devagar ela se movia entre eles, tão mortais e perdidos, com pés leves e mãos desenhistas. Seu corpo era longo, sinuoso e brilhante, com cheiro de brisa, de estrelas e de noite. Uma noite pura e infinita como nenhum deles jamais veria.
Ao toque alto ela sorria e de seu sorriso brotavam faíscas que iluminavam a escuridão. Tão rubro e sensual era seu riso que agitava suas almas e fazia arder a chama além do fogo onde eles já não estavam mais. Estavam com ela, ao redor dela. Assistindo sua dança e seu feitiço.
Suas sedas e seus adornos roçavam as mãos secas inebriando-os com perfume e seus cabelos de ondas enrolavam-se em fitas longas que eles podiam tocar. Sua dança afagafa-lhes o espírito ferido pelo deserto e como água, matava a sede de beleza, que há muito nenhum dele podia ver.
Dos quadris nasciam movimentos fluidos e vivos, por alto, por baixo, sempre cadenciados com o toque do instrumento levando-os a um delírio maior e mais profundo. Não havia toque que ela não interpretasse, não havia corações que ela não tomasse.
Era disso que vivia. De olhares, de paixão, de promessas que nunca aceitaria.
Eles a chamavam de cigana vermelha, e ela apenas sorria. Seria o que eles quisessem até que o sol nascesse. Eram seus, todos seus enquanto lá estivesse. Tãos seus que ela podia senti-los dentro do peito como o sangue que corria rápido pelas veias.
E quando o horrizonte começava a despontar, ela acelerava e dava-lhes seus últimos desenhos, seus sorrisos mais brilhantes e jogava-lhes um perfume mais doce, para depois desaparecer aos poucos nas areias levando seus véus, partindo para uma próxima noite enluarada.
Deixando-os eternamente enamorados.

Era livre e eterna enquanto existisse o ritmo.
Enquanto existisse a noite e a solidão dos homens...






12 de fev de 2008

From Gilmore

[Emily] Você estava no telefone?
[Richard] Era uma ligação internacional.
[Lorelai] Deus?
[Richard] Londres.
[Lorelai] Deus mora em Londres?
[Richard] Minha mãe mora em Londres.
[Lorelai] Sua mãe é Deus?
[Richard] Lorelai...
[Lorelai] Então... Deus é uma mulher?
[Richard] Lorelai...
[Lorelai] E eu conheço! Legal! Eu vou pedir uns favores...
[Richard] Faça ela parar!
[Rory] Como se eu pudesse!


Não Lorelai, você é Deus! \o/
Ninguém supera a garota Gilmore mor.

11 de fev de 2008



'CSI em novo canal puxa semana recheada de estréias de séries e temporadas.
C.S.I: Crime Scene Investigation: Na nova temporada a série muda de canal e conta, finalmente, o que aconteceu com Sara. No final da temporada anterior, Natalie Davis, a assassina de miniaturas, seqüestra Sara para se vingar de Grisson. Com o destino de Sara nas mãos da criminosa, a série retorna com uma frenética busca da equipe de CSIs pela perita. Jorja Fox, que interpreta Sara Sidle, e já entrou em conflito com os produtores do programa no começo de uma temporada anterior, já anunciou sua saída da série. Mas, isso não significa que Sara vai morrer. Além da saída de Sidle, as novidades incluem a chegada de Jéssica Lucas, que vai interpretar Verônica Lake. AXN, 11/02, 20h'


O Omelete.com até tenta como todos os outros fazer suspense. Mas amoure, todo mundo já sabe o que vai acontecer com a Sara. E como a Honnie é top de linha a gente também sabe ¬¬
Não me importo com o suspense. Mas nome errado não dá não...
Vaisicatá e escreve o nome do chefão direito aí pô!

Mas eu piro com esses troços tchê...

Top 10 Séries Ever

  1. CSI - Las Vegas
  2. The Lost World
  3. Xena, The Warrior Princess
  4. Whithout a Trace
  5. Malcon in The Middle
  6. Gilmore Girls
  7. Monk
  8. Dawson's Creek
  9. Cold case
  10. House

A ordem dos fatores não altera o produto.

S-h-a-h-d-a-n-a

Shahdana.
É ela a bendita que eu não conseguia lembrar o nome no outro post.
Dança muito, toda leve. Adoro.

Mas vem cá, podia ter um nominho mais fácil ein fia?

Do começo


Nem sei desde quando eu gosto de dançar. Quando eu era pequena não lembro de ficar dançando pela sala nem nada do gênero. Eu era quieta nesse sentido. [De dançar só, porque de resto eu era totalmente ativa. Sabe, pulando, correndo ao redor da casa e quebrando coisas].
Depois que eu me mudei dos cafundós do judas pra cidade acho que me interessei pela coisa. Eu passava o dia todo dançando BSB, Spice e Britney [ no tempo em que ela tinha cabelos, era magra e cantava 'From The botton of my broken heart' sem playback ¬¬] Ah vem dizer, aos 10 anos dançar Spice era o máximo. Eu era a Gerry, sempre a Gerry.
Descobri que amava dançar quando começei a sair e a única coisa que eu fazia era ficar na pista. Beber? não. Caras? nem olhava. Eu literalmente miacabava dançando.
Daí para a Dança do Ventre foram uns anos. Eu achava lindo. Era sensual, visualmente bonito e tinha uma energia diferente. Eu pirava olhando aquilo.
Aí veio a Jade.

[um minuto de silêncio]

A Giovanna não tem culpa né benhe? Ela tentou. É uma atriz de quebrar o queixo, mas bailarina que é bom, necas. Tá, naquele tempo eu não sabia que era ruim, continuei achando lindo, mesmo com ela se sacolejando lá que nem alguma-coisa-coberta-de-pó-de-mico. Todo mundo foi fazer DV naquele tempo. Parecia facinho. Só pegar a cobra, se enrolar nas moedas e sair rodando.
Bah.
Quase 3 anos depois eu tive um surto e quase fiquei doida porque minha vida era um caos, sem sentido nenhum. Sei lá de onde, quis aprender a dançar. Alguma coisa. Qualquer coisa. Eu só precisava de algo que me fizesse bem e fosse um presente para mim mesma.
Procurei Dança do Ventre.
A professora era baixinha, sorridente e ensinava de uma forma toda descontraída. E eu fiquei meio surpresa afinal, sei lá de onde, temos aquela concepção de que pra ensinar uma dança assim tem que ter 1,70 de altura e um corpão de miss-alguma-coisa. Que nada. Ela era mignon mesmo. E como dançava... Eu que só tinha visto em O Clone olhava que nem idiota. O quadril era poderoso, e o resto do corpo era leve e fluia em cada movimento.
Era aquilo que eu queria pra mim.
No começo eu saia meio pra baixo. Era tudo muito complicado, tudo muito difícil e eu não ia ser leve nem lá na China. Vai firme que é fácil, vai Jade! Aham quebrou a cara fia.
Mas eu não ia desistir. Não depois de sentir que aquilo era bom demais e me fazia bem apesar da dificuldade. E não é que eu começei a aprender?
Shimmi, básico, avanço, oito, malfouf, pra frente, pra trás, braço reto, esticando a coluna, postura impecável, mãos leves...
Era lindo.
Me emocionava. Aliás ainda me emociona. Cada passo, cada aula, cada sequência é especial. E eu sou daquelas emotivas, então as vezes me pego querendo chorar no meio da sala e gritar que aquilo-é-muito-bom-carai!
Mas eu seguro. Bailarina chorona tumultua a aula =p
E agora faz parte da minha vida de uma forma assim meio assustadora.
Não imagino meu dia agora sem um tremido aqui, um grego acolá, ou uma música árabe tocando de fundo.

Gente que vida ruim que eu levava antes...
Melhor nem lembrar né não?