Páginas

24 de abr de 2008

Mulheres Históricas- Lady Godiva



Eu sou fixurada em personagens femininos dentro da História. De qualquer tempo, elas são instigantes. A figura feminina é instigante. Ainda mais quando se rebela contra as regras de um mundo machista e dita novos rumos para a humanidade.
Na História elas surgem em variadas épocas, dentro de todas as classes, lutando por diversas causas. Às vezes a hipocrisia tenta apagar seus nomes, mas elas sempre resistem, como boas e fortes mulheres que são. Ganham suas próprias linhas na história humana.
Viram mitos.
Há um tempo li sobre Lady Godiva e fiquei encantada com toda a aura de lenda que existe atrás de sua figura real. É o tipo de história que me faz pensar em filmes épicos, épocas antigas e castelos com muralhas. E na parte real, em uma mulher com um coração dentro do peito, não um diamante lapidado.
Eis Lady Godiva, histórica e lendária:


Godiva (1040?- 1080 ?) foi uma nobre anglo-saxónica que viveu em Coventry na Inglaterra. Seu nome significa 'presente de Deus'. Ainda jovem casou com Leofric, um homem de religião, mas com interesses muito obscuros que acabou por conseguir ser edil de Conventry, uma pequena vila em crescimento acelerado.
Diz a lenda que um dia enquanto cavalgava pela aldeia, Godiva deu-se conta da vida miserável e impiedosa que seu povo levava, em quase todo, culpa dos altos impostos cobrados por seu marido. Desesperada, Godiva implorou a Leofric que baixasse a cobrança dos tributos, de início ele se negou veemente, mas ante a insistência da mulher sugeriu algo que sabia que ela nunca ousaria fazer. Em troca da diminuição dos impostos, Godiva deveria cavalgar perante toda a aldeia, ao meio-dia, nua. Para sua surpresa, a esposa aceitou o desafio e a ele nada mais restou a não ser esperar e ver se ela de fato faria tal coisa.

Ao meio-dia de 31 de Maio de 1057, Lady Godiva surgiu acompanhada a cavalo por duas criadas, estas vestidas normalmente, uma de cada lado da dama. Ela trajava apenas os cabelos muito longos, que cascateavam sobre o corpo nu. Nada de tecidos ou mesmo jóias. Dizem outras versões da história que aos aldeões foi pedido que ficassem todos dentro de suas casas enquanto durasse a cavalada e o único homem que ousou espiar Godiva ficou cego.
Depois disso, sem ter como recuar Leofric retirou os impostos mais altos sobre o povo de Conventry.

Após a morte de Leofric em 1057, Godiva sobreviveu até ser registrada no livro de Domesday de William o Conquistador, e assim, é a única mulher a ter um registro como dona de terras após a conquista. Ela também foi lembrada com uma bela estátua em Conventry.




Um comentário:

  1. Ket, adorei essa História!

    Mas me diga, vc não acha que Lady Godiva acabou gostando de tirar essa onda com o tal do marido? hehe Eles realmente acham que são sempre capazes de domar qualquer mulher, não? Afffff É ouvindo (lendo) uma dessas que eu ganho o meu dia!

    XXO
    See ya

    ResponderExcluir

Faça uma pessoa feliz e comente esta postagem!
Saber a opinião de um leitor é muito importante pra que a gente saiba se o blog está legal ou não =)